YANO-retinopatia-diabetica

O edema macular diabético é a principal causa de cegueira em pessoas com idade produtiva em países desenvolvidos. Isso porque o diabetes não controlado pode levar a complicações em diversos órgãos, inclusive nos olhos. Estima-se que o Brasil tenha hoje 13,4 milhões de pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2. Destes, 90% dos pacientes tipo 1 e 60% dos pacientes tipo 2 devem desenvolver RETINOPATIA DIABÉTICA ao longo da vida, o que prejudicará sua visão. Caso a doença não seja tratada, pode causar cegueira.

A RETINOPATIA DIABÉTICA não é uma doença ligada à idade. Adolescentes e jovens adultos também podem desenvolver RETINOPATIA DIABÉTICA, caso não tenham um bom controle de seu diabetes. A RETINOPATIA DIABÉTICA acomete a visão devido ao acúmulo de material anormal nos vasos sanguíneos do fundo do olho – o que pode ocasionar o entupimento ou enfraquecimento desses vasos, muitas vezes levando ao seu rompimento e a danos à retina.

A retina é a camada do olho em que estão alojadas as células que recebem luz, processam as imagens e levam essas informações ao cérebro. Com o excesso prolongado de açúcar no sangue, os vasos sanguíneos da retina se deterioram, se tornando mais permeáveis, possibilitando o extravasamento de sangue e fluido: o chamado edema. Como consequência, o portador da
RETINOPATIA DIABÉTICA pode, inicialmente, perceber um embaçamento da visão e a condição pode progredir para a perda parcial ou mesmo total da visão.

Os sinais que despertam atenção e que podem levar à suspeita da RETINOPATIA DIABÉTICA são:

  • Visão embaçada
  • Visão dupla
  • Dificuldade para ler
  • Dificuldade ou perda de visão periférica
  • Sensação de pressão nos olhos
  • Perda repentina da visão
  • Moscas ou flashes flutuantes

Para mais informações, consulte nosso oftalmologista (63) 3214.6800.
Consultas regulares evitam complicações.