YANO-retina-vitreo

Quando a retina se descola da parede do globo ocular, sua capacidade de captar a luz fica prejudicada e a visão perde a nitidez. Em casos de descolamento total, a retina deixa de transmitir imagens ao cérebro e a visão desaparece.

  • A doença ocorre com maior freqüência após os 40 anos;
  • As pessoas que apresentam maior possibilidade de desenvolvê-la são as que possuem história de descolamento de retina na família;
  • Aquelas que têm alta miopia ou glaucoma;
  • Aquelas que se submeteram à cirurgia de catarata;
  • Traumas oculares ou acidentes que resultem em ferimento, pancada ou batida forte no olho, na face ou na cabeça, também podem provocar o descolamento de retina;
  • A doença pode ser causada ainda por tumores, inflamações graves ou complicações do diabetes. Nessas situações, geralmente, não ocorrem rupturas retinianas e o tratamento da moléstia causadora do descolamento faz com que a retina volte à sua posição normal.

A especialidade RETINA E VÍTREO trata das diversas doenças do segmento posterior do olho, tais como a Retinopatia Diabética, o Descolamento de Retina, Buracos Maculares, Membranas Epirretinianas, entre outras.

Para mais informações, consulte nosso oftalmologista (63) 3214.6800.
Consultas regulares evitam complicações.