YANO-banner-cornea

A CÓRNEA é um tecido transparente que fica na parte da frente do olho. Podemos compará-la ao “vidro de um relógio”. Ela deixa a luz entrar e executa dois terços das tarefas de foco, seguida da íris (aquela área colorida do olho) e da pupila.

Apesar de não haver vasos sanguíneos na CÓRNEA, existem diversos nervos e os nutrientes fornecidos são da mesma fonte que os canais lacrimais. Quando há perda de transparência na CÓRNEA (opacificação) ocorre o leucoma de CÓRNEA. Além da transparência, uma CÓRNEA saudável apresenta curvatura que ajuda a formar a imagem na retina com foco e nitidez, por isso as alterações nesta curvatura prejudicam a visão.

Várias doenças oculares podem debilitar a CÓRNEA, causando a perda de sua transparência, ou irregularidade de sua forma ou superfície, por exemplo:

  • Ceratocone em estágio avançado
  • Trauma no olho
  • Infecções
  • Queimaduras por substâncias químicas
  • Enfermidades congênitas
  • Outras causas em que a pessoa pode ter a visão bastante reduzida ou, às vezes, até perder a visão

Para mais informações, consulte nosso oftalmologista (63) 3214.6800.
Consultas regulares evitam complicações.