CIRURGIA REFRATIVA: TECNOLOGIA DO FUTURO PARA FICAR LIVRE DOS ÓCULOS

O procedimento refrativo de i-LASIK é, atualmente, o que existe de mais moderno para você deixar de usar óculos, corrigindo os vícios de refração (miopia, hipermetropia, astigmatismo e reduzindo a presbiopia).

Habitualmente é um procedimento indolor, rápido e bastante seguro.

Foi aprovado pela NASA e Força Aérea Americana para seus astronautas e pilotos, exclusivamente se realizado com os equipamentos adquiridos pela Yano, pois concluíram por meio de estudos, que estas tecnologias combinadas oferecem melhor resultado se comparado às tecnologias disponíveis até agora: o LASIK tradicional e o PRK.

Conheça os 3 equipamentos autorizados pela NASA e Força Aérea Americana neste link. Conteúdo em inglês.

 

MAIS SOBRE A CIRURGIA REFRATIVA


O que é?

É qualquer procedimento que muda a refração (grau) do olho.

Existem as cirurgias corneanas e cristalinianas.

As cirurgias cristalinianas corrigem a refração através da substituição do cristalino por uma lente intraocular (Cirurgia Facorrefrativa)

As cirurgias corneanas atualmente são realizadas totalmente a LASER. No caso da Yano, através da técnica i-LASIK, pelos equipamentos iFS Advanced Femtosecond LASER, iDesign System e Star S4 IR Excimer LASER (únicos com aprovação da NASA e Força Aérea Americana).

Normalmente a cirurgia refrativa a LASER é realizada em ambos os olhos no mesmo dia. O procedimento completo leva cerca de 20 minutos e o paciente pode ir para casa logo em seguida, sem necessidade de oclusão ocular (tampão).

 

Quais os tipos de grau que podem ser corrigidos?

É possível corrigir a miopia, hipermetropia, astigmatismo e também reduzir a presbiopia.

 

Quanto tempo leva para a visão voltar ao normal após o procedimento?

O tempo de recuperação depende da técnica utilizada. No caso da técnica de i-LASIK, habitualmente o paciente já enxerga muito bem no dia seguinte.

 

Qual a idade mínima para realizar a cirurgia? Há necessidade de estabilização do grau antes do procedimento?

A idade mínima é 18 anos, porém é comum que o procedimento seja indicado após os 21 anos.

O ideal é que a refração não tenha sofrido alteração importante nos últimos 6 a 12 meses. Cada caso deve ser avaliado separadamente, inclusive com aferição da refração após dilatação da pupila.

 

Há limitação para a correção a LASER? Existem contra-indicações?

Sim. Pacientes com refração muito elevada, córnea mais fina, doenças corneanas como ceratocone, cicatrizes corneanas por trauma ou infecção prévia, entre outras alterações, podem ter contra-indicação cirúrgica.

 

Como saber se posso fazer a correção a LASER?

Através da consulta com um médico oftalmologista, que solicitará exames pré-operatórios para determinar a viabilidade e programação cirúrgica.